Não é caldo...

quinta-feira, março 28, 2002

::>luto<::
Morreu hoje, aos 95 anos, o grande (na verdade, o gigante) diretor Billy Wilder. Ele foi responsável por obras primas como 'Crepúsculo dos Deuses', 'Quanto mais quente melhor', 'Sabrina', 'Dupla indenização', entre outros. Escreveu também dezenas de roteiros, incluindo o original de 'Ocean´s Eleven', pelo qual não recebeu crédito. A lista completa dos filmes pode ser achada no IMDB.
O mais triste é saber que ele não filmava há anos porque, devido a sua idade avançada, o seguro para que ele dirigisse um filme era alto demais e nenhum estúdio se dispunha a bancar.
Meu amigo Marlos há algum tempo colocou no Botequim uma frase que ouviu em uma palestra motivacional(?). Repito ela aqui, porque nos últimos dias tenho cada vez mais comprovado que ela é verdade:
"Esperar que o mundo seja bom com você porque você é uma pessoa boa é o mesmo que esperar que um touro não o ataque porque você é vegetariano".
Alguém aqui lembra do Saara Saara? Pois um dos ex-integrantes, Sérvio Tulio, aderiu ao mundo dos blogs. Confiram no Zieckzack.

quarta-feira, março 27, 2002

Coisas bizarras ao redor do mundo:
MUNIQUE - Alertados por uma vizinha, policiais da cidade alemã de Munique foram ao apartamento de um homem investigar um possível assassinato. O morador fora observado, pela janela, movimentando-se de modo suspeito com o que pareceu à vizinha bisbilhoteira um corpo inerte.
Abordado em sua casa, o homem não teve escolha senão exibir aos agentes, constrangido, sua suposta vítima: uma boneca inflável. O brinquedo erótico, explicou o homem, fora comprado naquele dia e o que a vizinha testemunhara fora apenas um rápido teste de bom funcionamento.

terça-feira, março 26, 2002

Alguém conhece uma locadora onde tenha para alugar o filme 'Leolo', de Jean Claude Lauzon?
A revista americana 'Book', obviamente especializada em livros, reuniu críticos e escritores para escolherem os 100 maiores personagens criados depois de 1900. No site da revista eles só listam os 10 primeiros. Segue a lista (sem tradução, por preguiça minha, afinal são 4h da manhã). O que vocês acham?
1 - JAY GATSBY
Social climber from The Great Gatsby (1925)
by F. Scott Fitzgerald
Like Daisy, the object of Gatsby's desire, a money-conscious Zelda Sayre put off her engagement to a poor Fitzgerald. His first book made him rich, and Zelda married him a week after its publication.

2 - HOLDEN CAULFIELD
Prep-school dropout from The Catcher in the Rye (1951)
by J.D. Salinger
Caulfield was introduced to the American public in the 1940s in two short stories: "I'm Crazy" and "Slight Rebellion off Madison."

3 - HUMBERT HUMBERT
Licentious professor in Lolita (1955)
by Vladimir Nabokov
Upon its publication, Nabokov's much-reviled book had only one notable champion: author Graham Greene, who called it one of the best books of 1955.

4 - LEOPOLD BLOOM
Ad canvasser from Ulysses (1922)
by James Joyce
Joyce based Bloom on an acquaintance named Alfred H. Hunter, who took care of Joyce after he'd been knocked down in a fight.

5 - RABBIT ANGSTROM
Washed-up high school basketball star from Rabbit, Run (1960) and other novels
"Rabbit would be distant and friendly, but I wouldn't seem very real to him. He'd recognize that I wasn't the real thing but a rabbit manqué." —JOHN UPDIKE

6 - SHERLOCK HOLMES
Legendary detective from The Hound of the Baskervilles (1902) and other books
by Sir Arthur Conan Doyle
"The first piece of fiction I ever wrote, when I was about ten years old, was a Sherlock Holmes story. I wrote a pastiche of Conan Doyle about Sherlock Holmes meeting Captain Nemo from [Jules Verne's] 20,000 Leagues Under the Sea, and they teamed up to fight Professor Moriarty." —MICHAEL CHABON, author, The Amazing Adventures of Kavalier & Clay; Wonder Boys

7 - ATTICUS FINCH
Right-minded lawyer from To Kill a Mockingbird (1960)
by Harper Lee
Finch was Lee's mother's maiden name.

8 - MOLLY BLOOM
Singer from Ulysses (1922)
by James Joyce
"I admired her earthy, sexual and lyrical qualities, her passion and her humor. I remember vividly her sensuality. And she had all of these qualities that I would try to find in women that I looked for." —KEN HOWARD, actor, Crossing Jordan

9 - STEPHEN DEDALUS
Writer in Portrait of the Artist as a Young Man (1916)
by James Joyce
Stephen Dedalus was a pseudonym Joyce used for several stories before publishing Portrait.

10 - LILY BART
Failing socialite from The House of Mirth (1905)
by Edith Wharton
Wharton's characters were modeled on people she knew in high-society families in New York and Newport, Rhode Island.
::>oscar<::
Não falei nada do oscar aqui porque na hora que o mesmo começou me encontrava no Lamas devorando um filé com salada de batatas após ter bebido muita cerveja e vodka polonesa. Mas ainda vi (ou tentei ver) alguma coisa depois que cheguei em casa. Lembro do Cirque du Soleil que fez uma excelente apresentação. E do Woody Allen. Mas tudo bem, sábado o Telecine reprisa com legendas.
Chega uma hora em que já está tão tarde aqui (agora por exemplo já são 3h10m) que nem quero mais ir embora. Começo a ouvir uma músicas (agora rola 'Old Man', do Neil Young) a navegar por sites atrás de alguns para a coluna e vou ficando. Acho que quando finalmente comprar uma TV decente, um dvd, um aparelho de som e um computador (deixei tudo com minhas filhas) terei mais vontade de voltar para casa......
acabei de baixar 'Keep on rocking in the free world' ao vivo com Neil Young e Pearl Jam. Só uma coisa a dizer: bom para caralho.........

segunda-feira, março 25, 2002

ah, outro blog que preciso acrescentar na minha lista é o da Maria Fabriani, com quem tive o prazer de participar de uma cobertura da Comdex para a Globo.com, junto com a grande Valéria Rehder. Fabriani agora habita as distantes terras da Suécia de onde escreve o Montanha-Russa.
Por falar na Maria Cristina, preciso colocar o blog dela (Caminhante) na minha lista......
O final de semana foi caído. Só valeu por ter conhecido o casal Maria Cristina e César e por após anos ter voltado ao cinema da UFF. Quando só estudava, o Cine Arte UFF era quase que a minha segunda casa, principalmente em fevereiro e março quando acontece a tradicional retrospectiva. Não sei se hoje em dia ainda é assim, mas antigamente os filmes que seriam exibidos na mostra eram escolhidos em votação entre os freqüentadores. Passava um filme por dia e eu ia a quase todos, para ver os que tinha perdido e rever os que tinha gostado.
Outro grande evento, era a festa de aniversário do cinema. Não sei se ainda acontece, mas sempre tinha um coquetel, sorteios de cartazes de filmes e passes livres de um ano para o cinema. Nunca ganhei. Depois, tinha um filme surpresa que podia ser um do Zé do Caixão ou 'Paisagem na Neblina'.
No sábado, perdido em Niterói, caminhava pelo calçadão de Icaraí, fazendo hora para ver se conseguia falar com minhas filhas. Não consegui porque a mãe delas resolveu sumir e convenientemente desligar o celular. Eram 18h23m e ao passar pelo Cinema da UFF vi que tinha uma sessão de 'Antes do anoitecer' às 18h30m. Não tive dúvidas, fui direto para a bilheteria. E dei de cara com uma parede. Mudaram a bilheteria de lugar, agora ela fica em frente a do teatro. Mas essa foi a única mudança. O cinema continua enorme e com o mesmo ar de estar abandonado que sempre teve. O bom de lá, é que mesmo se vc sentar na primeira fila, ainda assim a tela fica longe, porque ela fica atrás de um palco. Uma vez uma sessão foi interrompida por causa de ratos. Acho que isso não acontece mais agora.
Lá durante uma época rolava sessões à meia-noite, onde a galera fumava um e ficava curtindo o filme. Mas aí os boyzinhos (niterói tem um dos maiores índices de playboyzinhos por metro quadrado do Brasil) descobriram a sessão e passaram a ir para ficar zoando. As exibições terminaram depois que um bando de babacas resolveu colocar seus sentimentos homossexuais reprimidos para fora saindo no braço e destruindo várias cadeiras do cinema.
O filme, baseado na autobiografia do escritor cubano Reynaldo Arenas, é muito bom apesar de algumas vezes parecer que o diretor se perdeu, mas ele encontra o caminho logo em seguida. E Javier Bardem, que interpreta Arenas, dá um show.

sexta-feira, março 22, 2002

boa, muito boa a versão do grupo Molotov para Bohemian Rapshody do Queen

Rap Soda y Bohemia

Mama mamate a un cabrón,
le volé la cholla con un pistolón
mama con el dedo en el gatillo,
le metí seis balas al cabrón por el fundillo.
Mama, sabes, si vienes por ahí ,
te digo que te pasa si te metes con mi posy
my men you better get a job
porque este espacio pertenece a Molotov.
Muy tarde que le llegó la hora,
pero ese culero tenía que morirse ahora
y chilla y chilla y llora que llora,
sólo se acontenta cuando está con su señora.
Yo tengo a mi clika que está pocasumadre
y tu no tienes nada ni perro que te ladre.

Coro:
Mama mama mamate esta,
mama mama nada te cuesta.
Cause todo vale madres.

Mama mama mate a una perra,
era morena pero se pinto de güera,
le subí la falda man you should have seen her,
el tapete no combinaba con la cortina.
What 'm'I gonna do Oh tell me mama cause
I cut her into pieces like my name
is Jeffrey Dahmer and now they wanna hunt me down,
but I' ll be in México you won't see me around.

Coro:
Mama mama mamate esta,
mama mama nada te cuesta.
Cause todo vale madres

Vi la silueta de una verga in the bush,
in the bush will you do the fandango
Thunderbolts and lightening very very frightening,
me guacareo, guacareo, guacareo
Míralo, magnífico yo soy un naco
y nadie me ama pinche chamaco.
No tienes lana sperm in your wife in her mouth
or chichis easy come easy go
will you give me a blow it smells like
Oh you just gave me my blow
give me one more blow wow wow bip bap bulu bap.
Mama la mía mama la mía mamate esta por favor
Belcebú has a pepa put aside for me for me for me.
If you think you can score with me kiss my ass,
el que no se la jale será un animal
oooo baby I just try to get out
I'm just trying to get out of here
A Bienal de São Paulo começa no domingo. Queria ir. Quem sabe na Semana Santa?
adoro o cheiro de livro novo.......
::>derrame<::
O França, que vende livros pelas redações do Rio e foi citado na coluna do Dapieve de hoje, passou por aqui. E isso significa uma coisa: derrame de dinheiro.....
Comprei 'Morte no seminário', de P.D. James. Não se deixem enganar pelo nome: trata-se de uma simpática senhora inglesa, Phyllis Dorothy James, que começou a escrever aos 42 anos.
::>piadinha<::
Encontram-se Branca de Neve, A Fera (de A bela e a fera) e Ali Babá....
- Sou a mais linda do mundo - fala a Branca de Neve.
- Sou o mais feio do mundo - fala A Fera.
- Sou o maior ladrão do mundo - fala Ali Babá.
Eles entram um por um na caverna para falar com o sábio da floresta, atual possuidor do espelho mágico.
Entra Branca de Neve e sai muito feliz...
- Sou de fato a mais linda do mundo.
Entra A Fera, sai e...
- Sou mesmo o mais feio do mundo, viva!
Entra Ali Babá e sai, praguejando, p. da vida:
- Merda! Quem é essa tal de Roseana Sarney?!?
Quadrilha Cibernética

Príncipe® amava por e-mail Julieta_ que amava pelo ICQ C@rente que amava por mailing list Cinderela* que amava no mIRC |Sonhador| que amava nas salas de chat Rom@ntica que não amava ninguém.

Príncipe® mudou de e-mail, Julieta_ trocou de UIN. C@rente mudou de lista, Cinderela* trocou de rede, |Sonhador| trocou de provedor e Rom@antica casou com o colega de escritório, que não tinha net, nem provedor, nem e-mail, nem assinava lista, nem acessava mIRC, nem fazia idéia do que era ICQ e muito menos salas de chat, que não tinha entrado na história, porque não tinha computador e permanecia lúcido.
Ivy Wyler


Mr. Jones, do Counting Crows (trecho abaixo), e Bigmouth Strikes again, na versão do Placebo, são os hits desta longa noite de trabalho. Mais uma por sinal......

quinta-feira, março 21, 2002

She’s suddenly beautiful
We all want something beautiful
I wish I was beautiful
(Mr. Jones - Counting Crows)
vocês acreditam em coincidências?
mais uma vez meus planos de cinema dançaram. ontem entrei no trabalho meio-dia, querendo sair cedo para ver um filme. acabei tendo de ficar até 2h e pouco da matina.........
finalmente ela veio.
Que dia maravilhoso hoje com essa chuva......

quarta-feira, março 20, 2002

'Um homem magro', de Dashiell Hammett, foi devorado rapidamente. Hammett é mesmo um gênio e o livro é muito bom. O grego Nick Charles é um detetive aposentado que quer apenas aproveitar a vida (ou seja, beber todas) ao lado da mulher. Mas acaba envolvido em uma investigação de assassinato em que um inventor meio pancada é o principal suspeito. Detalhe, a ex-mulher e os filhos do inventor também são pancadas.
Agora pretendo encarar 'Ensaio sobre a cegueira', do José Saramago.
às 16h16m de hoje começa o outono
E a chuva, não vem não?
um tal de nelson esteve aqui, esculhambou comigo, recebeu uma série de respostas dos meus amigos (obrigado a todos) e sumiu.
Volta nelson, para podermos rir mais um pouquinho. Mas vê se pensa em alguns xingamentos mais criativos :)))))))

terça-feira, março 19, 2002

quando morava em niterói, adorava andar no calçadão de Icaraí debaixo de chuva......
nunca mais chover no Rio?
Ontem mais uma vez não consegui ir ao cinema. Como tinha perdido o horário, resolvi ir ao mercado, porque minha geladeira estava fazendo até eco quando era aberta. Comprei só coisas de primeiríssima necessidade: coca-cola, uma garrafa de vodka, limão e, para a hora da larica, pacotes e mais pacotes de miojo.......

segunda-feira, março 18, 2002

::>livros<::
Acabei de ler 'O ladrão que estudava Spinoza', que é apenas razoável, e já emendei com 'O homem magro', do mestre Dashiell Hammett.
acho que estou ficando paranóico. outra hora explico......
estou pensando em tirar os dois posts abaixo. tá parecendo diário de adolescentizinha..........
ontem foi divertido, a 'fada dos dentes' deu de presente para Ludmylla um estojinho de maquiagem. Para Gabriela não ficar enciumada, ganhou um liquidificador. As duas fizeram a maior festa e pintaram a cara toda. Ficaram muito engraçadas. Depois vi no dvd 'O planeta dos macacos', versão do Tim Burton. Legalzinho, mas totalmente dispensável.
De noite peguei o Charitas-Gavéa e saltei na porta do Lamas para tomar um choppinho com Roberta, Valente, Nara e Anne. O papo foi super divertido........
sexta estive mais uma vez na matriz. nem estava muito a fim de ir, trabalhei até uma e pouco da manhã e fui direto para lá. Estava super cansado, mas fui assim mesmo. Queria encontrar uma menina lá.
As músicas estavam as mesmas porcarias de sempre. O lugar cheio como sempre. E para piorar, acho que a menina que queria encontrar lá me achou um tremendo mala..........

quarta-feira, março 13, 2002

frase entreouvida em uma entrevista na globonews:
"mesmo que seu negócio seja pequeno, você deve tratá-lo como se fosse grande"
esqueci de agracecer ao Abduzindo os outros blogs pela citação elogiosa deste site aqui.
Muito obrigado.

terça-feira, março 12, 2002

::>de volta<::
Alê voltou atrás e ressucitou o Grown up kid. Sábia decisão menina.....
::>leitura<::
Terminei de ler 'Hollywood', de Bukowski. Agora vou voltar a ler 'O ladrão que estudava Spinoza', que larguei no meio........
::>coruja 2<::
Hoje caiu o primeiro dente da Ludmylla. Ainda não a vi banguelinha, mas estou morrendo de curiosidade. No final de semana vou vê-la.
::>coruja 1<::
Ontem foi a primeira aula de capoeira da Ludmylla, minha filha mais velha. Não tirei fotos. Primeiro porque não consegui uma máquina, segundo porque ela ainda não tem o uniforme (não ficou pronto) e terceiro: ela ficou quase que a aula toda agarrada na minha perna. Tímida como o pai, demorou para começar a tentar fazer os exercícios. Para incentivá-la, paguei o mico de fazer alguns movimentos....
Mas foi legal, no final ela participou da roda e se divertiu. Fiquei totalmente babão :)))))))

domingo, março 10, 2002

Is there anybody out there?
Quase duas da manhã e eu aqui esperando terminarem uma crítica do show do Roger Waters. Não mereço. Ou mereço?

quinta-feira, março 07, 2002

::>coruja<::
Segunda-feira estarei de folga (trabalho sábado e domingo). E já tenho programa marcado: irei assistir à primeira aula de capoeira da minha filha mais velha. Nem preciso dizer que terei que levar um babador, né?
::>livros<::
Ontem comprei dois pockets books: 'Hollywood', de Bukowski e 'Sono eterno', de Raymond Chandler. A pilha de livros a ler começa a ficar grande. Preciso beber menos e ler mais. Ou não........
::>roubada<::
Hoje estou trabalhando no turno da noite. E adivinha o que tem às 23h? Jogo do Brasil contra a Islândia, ou seja vou sair daqui alta madrugada. E o pior, a galera aqui marcou um chopp no Manoel e Joaquim, ao qual não poderei ir.........

terça-feira, março 05, 2002

::>comida<::
Não sei cozinhar e nem gosto. Mas adoro comer. Por isso que acho restaurante uma das melhores invenções da humanidade. Você vai senta, pede uma bebida (whisky, chopp ou vinho) e depois pede o prato (massa, carne, frutos do mar ou ave). No final, uma sobremesa, um café e um cigarro. Pede a conta, paga e vai embora feliz da vida. Sem precisar fazer compra em mercado, ter o trabalho de preparar a comida, limpar a cozinha, colocar a mesa, tirar mesa, lavar os pratos. Com o tempo que perderia fazendo isso tudo dá para fazer coisas muito mais interessantes.......

segunda-feira, março 04, 2002

::>Nero Wolfe<::
É o detetive criado por Rex Stout, protagonista de 'A confraria do medo'. Ele lembra um pouco detetives do estilo Hercule Poirot. Enorme de gordo, praticamente não sai de casa, onde cuida de suas orquídeas, come e bebe cerveja. A granbde diferença é que ele tem um braço direito, Archie Goldwin, que faz o trabalho digamos 'sujo'. É ele quem segue pessoas, faz investigações de campo e dá e leva umas porradas de vez em quando, no melhor estilo noir. A grande sacada de Stout é misturar esses dois genêros de romance policial (o cerebral e o, digamos, 'físico') de maneira equlibrada.
Em a 'Confraria do medo' grupo de homens formados em Harvard começam a ficar apavorados quando os integrantes da confraria começa a ser mortos e os demais a receber poemas ameaçadores. Todos têm certeza de quem ´e o assassino. Paul Chapin que, por causa de uma brincadeira do grupo, ficou aleijado. Mas ninguém consegue nenhuma prova contra ele. Trabalho que fica para Nero Wolfe.
::>links<::
Bom, enfrentei a preguiça e a venci parcialmente. Coloquei os links para alguns blogs aí do lado, faltam outros ainda, mas aos poucos vou colocando......
::>acordado<::
Mais uma vez tive insônia. Às 3h da madrugada estava preparando salsicha para comer. Detalhe tinha que acordar às 8h30m. Para ver se me dava sono, mandei para dentro uma dose de vodka. A única vantagem é que terminei de ler 'A confraria do medo', de Rex Stout, e comecei a ler 'O ladrão que estudava Espinosa', de Lawrence Block.
Se vocês leram os comentários do post abaixo, viram como é bom ter amigos. Mas informo que já melhorei, depois da programação de sábado, que foi batizada de 'Dia de celebrar a vida'.

sexta-feira, março 01, 2002

sabe quando você às vezes sente um aperto no coração, como se você estivesse algo te afligindo e você para pensar e não lembra de nenhum motivação de preocupação? estou me sentindo assim hoje, espero que isso não seja um pressentimento.........
::>história em quadrinhos<::
Já fui um grande consumidor de quadrinhos. Quando era moleque comprava quilos e quilos de revistas da Marvel e DC. Lia todas as graphic novels que saiam e colecionava. Mas depois enchi o saco e passei a ler só alguma coisa muito de vez em quando. Mas agora vou abrir uma exceção e comprar a série 'Cavaleiro das Trevas 2', do mestre Frank Miller, um dos melhores roteiros de HQ, ao lado de Alan Moore e Neil Gaiman.
tenho que atualizar minha lista de blogs aí do lado, mas quando penso em começar fico com preguiça...........
O blog Homem é tudo palhaço foi citado em matéria do Correio Web. As meninas que escrevem no blog estão ficando cada vez mais metidas :)))))))))

This page is powered by Blogger. Isn't yours?

Comments by: YACCS